sexta-feira, 17 de junho de 2011

Perene Mais Eterno


    
Quando eu te via,
Meus olhos sorriam.
As pernas tremiam,
Minha boca te pedia.
Meu coração acelerava,
Meu corpo todo te chamava.
Como era grande o meu amor,
Tão grande que morreu, tal qual uma flor!
Foi tão grande e tão pouco esse amor.
Me fez feliz, me deu seu calor.
Derrepente foi embora e me deixou,
Mas pra sempre em mim ficou

Um comentário:

  1. Oii, minha querida !!!

    Belo poema...romantico e intenso.Mesmo tendo ido embora o que vale é o momento é o que dele restou.Algumas pessoas nem isso viveram.Pois é, temos que tentar ver o positivo em tudo...afinal, tudo é aprendizado.

    Bom findi

    Beijinhos


    Ana

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics