quarta-feira, 11 de maio de 2011

É uma vergonha Senhor Luiz Carlos Prates.

É uma vergonha

Será que nosso país vai  permanecer sempre cego? Será que a “lei do mais forte”, será sempre regida pela impunidade?
Coisas que envergonham nosso povo, humilde, trabalhador são esses tipos de anomalias que existem por ai. Esse Luiz Carlos Prates é uma vergonha para a classe jornalística, assim como é também para o povo brasileiro. Vejam o vídeo para refrescar a memória. O cara diz: “... Hoje qualquer miserável tem um carro. O sujeito jamais leu um livro (que espécie de livro ele já leu?), mora apertado em uma gaiola, que hoje chamam de apartamento, não tem nenhuma qualidade de vida, mais tem um carro na garagem...” Observe só o palavreado rebuscado que ele usa, mais  pobre não é burro não, viu  Luiz Carlos. -  estultícia, falta de respeito, frustração, casais que não se toleram, popularização do automóvel, resultado desse governo espúrio que popularizou pelo credito fácil o carro para quem nunca tinha lido um livro, é isso.
         Definição do dicionário para as palavras infelizes.
·       Miserável: (que carece de recursos; que vive em extrema pobreza);
·       Desgraçado: (infeliz, deplorável);
·       Estultícia: (estupidez, tolice);
·       Espúrio: (que não tem legitimidade, bastardo, falsificado).
Onde eu quero chegar queridos leitores com essa minha indignação? Como você pode ver no vídeo abaixo, a reportagem, explica o que há por trás dessa atitude leviana e preconceituosa desse individuo, o Luiz Carlos Prates.  Segundo especialistas existe um grupo de pessoas que se sentem ameaçadas pelo fato de que os “pobres” tenham acesso a melhorias, a bens materiais, etc. Você poderá não ver uma relação de imediato com o que vou dizer, mas com certeza ao fim deste, concordará comigo, (ou não?) espero que não pense como esse senhor.
   O meu protesto aqui é por leis mais severas quanto ao transito. Pessoas estão sendo mortas, mutiladas; famílias estão sendo dizimadas por pura falta de “impunidade”, sim pois penso que se houvesse uma punição mais severa as pessoa pensariam melhor antes de por em risco as vidas alheias, não acham?


   Do que falo eu? Falo de vidas ceifadas no último fim de semana. Uma cidade linda, que devia estar em festa, comemorando seu aniversario de emancipação, está em luto! Sim, dessa vez foram três, três meus amigos as vitimas da BR 262 na altura de Venda Nova do Imigrante. 

Agora, com certeza, me perguntariam o que tem isso a ver com o vídeo, né?   E eu respondo: Tem que a “Lei” é feita por quem?  Os senadores, deputados federais e estaduais e vereadores; e quem aprova ou veta são: o Presidente, o governador de Estado e o Prefeito. Pois bem, sendo assim,  acho que: a maioria dos nossos representantes estão no mínimo sendo coniventes com o senhor Luiz Carlos Prates. Pois estão criando “Leis” que favorecem e discriminam os “pobres”, os que não tem “costas largas”, “padrinhos”...  Até quando vão se calar diante das Leis arcaicas e injustas de nosso pais? Ou será que eles levam alguma vantagem com isso? O que você acha, meu querido leitor?
   O chefe da Delegacia de Delitos de Trânsito, Fabiano Contarato, mais uma vez afirmou que a legislação precisa mudar e que, no Brasil, só quem sopra o bafômetro é pobre, negro e semianalfabeto.
   Isso é uma VERGONHA!
   Paga-se uma fiança e pronto. E as mortes? E a vida das pessoas que foram dizimadas? Quem paga por elas???
   O fato é que não dizem explicitamente, mas pensam como o Luiz Carlos Prates... AGEM como ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics