sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Cantando na Chuva - Poesias

Nas alamedas, pedalava veloz,
               Correndo atrás de um sonho dourado.
               E às vezes, perdia até a voz,
               A procura de “algo” encantado.
               Corria para encontrar seu amor,
               Que somente o peso do tempo esmagaria,
               Trazendo consigo o pavor.
               E como de nada sabia,
               Molhada pela chuva ela até sorria!
               Às vezes pegava uma flor campestre,
               Sem perceber que flutuava,
               Até parecendo um extraterrestre.
               Sonhava conquistar o mundo,
               O universo, as estrelas.
               Mas, lançava-se, rumo ao fundo...
               E as flores? Quais flores?...
             Nem conseguia vê-las,
               Do poço que estivera a cavar.
               Molhada pela torrencial chuva sonhava,
               E em nada mais se fiava,
               A não ser em quem amava.
               E voava... voava...
               E sonhava... sonhava...
Se enganava... se enganava...


2 comentários:

  1. Cara amiga

    Temos o prazer de convidar-te para comemorar connosco o aniversário do nosso blog.

    A festa ocorrerá no nosso Farol.

    Contamos com a tua presença.

    Um grande abraço

    Argos, Tétis e Poseidón

    P.S. Como prova do carinho, apoio e amizade que sempre recebemos de ti, gostaríamos que aceitasses e levasses para o teu blog o selo comemorativo do 2º aniversário do nosso “Um Farol Chamado Amizade”.

    ResponderExcluir
  2. OI QUERIDA...

    VENHO AGRADECER A VISITA E DESEJAR UM 2011 CHEIO DE FELICIDADES!!!

    APROVEITO PARA DIZER QUE SEU BLOG É LINDÍSSIMO... PARABÉNS!!!

    BJKSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics