quarta-feira, 27 de julho de 2011

O vento e eu - POESIAS


O vento sopra sem direção.
               Às vezes é frio e traz solidão.
               O vento do mar é encantador,
               E fez-me sonhador!
               O vento da infância foi brando,
               Da adolescência, um furacão,
               Não tinha direção, era só emoção!
               E o vento da  juventude foi gelado,
               Congelou-me para sempre ao seu lado.
               E ao soprar esse vento enfurecedor,
               Calei-me tornando-me um perdedor!
               Foi na juventude que mais forte ele soprou,
               Com furor,
E meu mundo desabou.
               E naquela montanha fria,
               DE dar calafrios,
               Foi que ele me fez um desafio:
               Parar de soprar,
               Ou... pra sempre se apagar,
               “A luz do meu olhar!”  
               Mas ele continuou a soprar,
               Seguindo seu curso natural.
               E eu... Aqui ainda, posso olhar.
Mas meu mundo continua igual.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            

Um comentário:

  1. El viento es la vida misma. Vivamos, caminemos volando por encima de los sueños.
    Un beso.

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics