segunda-feira, 25 de julho de 2011

Estou Perdida

 

O pensamento voa para longe,
Corre, veloz e distante.
Buscando a minha luz que ficou perdida,
No desvario de uma noite mal dormida.
Cenas passam tão reais...
E de mim se escondem.
E os dias tão banais,
São sempre tão iguais.
Quando saio à rua,
Sinto saudades tuas.
E tudo lembra minha dor,
A chuva fina molhando meu rosto.
E eu não consigo esconder de mim,
esse amor,
Na minha boca,
ainda do seu beijo, o gosto.
E as cenas passam diante de mim,
E ainda me fazem chorar assim.
E as pessoas andam pelas ruas,
Mas nelas vejo outro alguém...
E isso me entretém.
É a roda da vida,
meu destino está no fim.
E você, nem se lembrará de mim.
Corro contra o tempo,
Mas não encontro a saída.
E ainda vem o vento,
Para relar nessa ferida.
Tudo já se acabou,
Perdeu a cor, desabou.
E não sei mais lutar pela vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics