quinta-feira, 7 de abril de 2011

“Dona Kiki e Sr. Maltêz”

 
- Ola dona Kiki, como vai?- Disse o deputado com um escancarado sorriso.


- Vou bem; obrigada irmão Maltêz. – respondeu a irmã de credo do deputado Maltêz.


- Querida dona Kiki, estive pensando muito na senhora ultimamente. – investiu o deputado, levantando levemente a sobrancelha.


- Em mim irmão Maltêz?! – dona Kiki responde em tom de exagerada surpresa.


- Sim, sim. Gostaria imensamente que a senhora como “irmã”, pudesse me dar uma forcinha na minha... “LBA”. Legião dos... bons amigos.


- Como assim Sr. Maltêz? - Kiki fez beicinho e cara de quem boiou, literalmente.


- Ora, querida dona Kiki, é muito fácil! A Senhora só precisará assinar aqui e pegar o chequinho no fim do mês. – e ao dizer isso, estendeu-lhe uma folha (em branco).


- Ah, é?! Sendo assim, é claro que eu ajudo o senhor. – pegou o papel que continha apenas a linha para a assinatura, e... assinou.


- Mas tem uma ressalva dona Kiki.


- Que ressalva é essa, senhor Maltêz? – Pergunta Kiki assustada, já com medo de perder a bolada, e meio em dúvida sobre a assinatura que acabara de dar. Ele responde:


- Ah! Não se apoquente não bobinha é só uma coisinha simples. A senhora só vai precisar arranjar umas “laranjinhas” pra mim, sabe adooooro suco de laranja. E além disso faz um bem enorme pro bolso. Oh! Digo... para saúde.


- Ah! Tô entendendo senhor Maltêz. E não é que lá na fazendinha do papai tá cheinho de laranjas... isso vai ser moleza seu Maltêz.


Mas, dona Kiki era muito eclética, elástica... esperta? Não é que ela conseguia fazer turno em Brasília e aqui na Capital secreta do mundo. E isso, ao mesmo tempo, acredite. Eita mulher supermaravilha!


Como se dava isso é um “mistério!”... bom devem ser “coisas de Laurinha!” kkkkkkkkk


Acontece que com o passar dos dias a dona kiki foi descoberta. E foi um Deus nos acuda. Dona kiki gaguejava diante das câmeras de TV enquanto seu Maltêz, por sua vez, saia pela tangente:


- Não tenho nada com isso! A dona Kiki é a única responsável!


Porém o que ninguém, nem dona KIki, nem seu Maltêz soube explicar, foi a sua presença em Brasília e aqui ao mesmo tempo. Seria ela assim tão eficiente que conseguisse esse milagre?


- Ah! Sabe de uma coisa, percebi pelo gaguejar dela, que o segredo é o seguinte: ela dá acessória através de uma “Vídeo conferencia”! kkkkk Apenas ficou com vergonha de dizer.


- E pelo movimento de sua boca, notei que: ela sussurrou, entre um gaguejo e outro... ”Eu sou muito eficiente!”

>>> Esse texto foi inspirado com a seguinte noticia:
TV GAZETA SUL



2 comentários:

  1. Querida amiga, infelizmente existem mais Donas Kikis que laranjais em Brasília, e todos sabem disso. Só quando o escândalo vem a tona é que todos fazem cara de ué....Nosso país é uma vergonha. Beijocas

    ResponderExcluir
  2. È verdade querida amiga. Mas podemos e devemos "lutar" para que esses vertiginosos "desvios" aconteçam, né? Um lindo domingo para você! Bjos caramelados.

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics