sexta-feira, 29 de abril de 2011

Dinheiro no Porta malas?




Já vi dinheiro escondido na cueca, na mala... Mas no porta malas? Não seria muita ingenuidade? Ou seria... certeza, da impunidade? Depois da dona Kiki, lamento informar que apareceu o Senhor “Néon”.
Ah, não é o gás néon, não. Sabe? Aquele incandescente? Não, esse é um “homem” de carne e osso, mesmo! Mas, não sei não, o achei meio... inocente! Será que existe meio inocente?
Escutem só o causo...
Foi lá pelas banda de  Brocotó que o moço apareceu. E, deu-se que na prefeitura surgia uma vaga na secretária de esportes.  Então, convidaram o Senhor Néon para ocupar a  tal secretaria. Mas o moço não sabia bem que oficio teria que fazer. E depois de algumas instruções básicas de “alguns” amigos secretários, (ou seriam secretários amigos?) ele entendeu qual seria sua função: “colaborador do esporte”. Pena que a categoria de esporte à qual essa tal secretaria se enquadrava, existia apenas em Brogotó.  Bom, ao menos qualificada como tal, era apenas ali. Mas é bem certo que, em muitas outras prefeituras, se praticava o mesmo tipo de esporte.  
O moço aceitou de bom grado assumir a tal secretaria. E, junto com ela, o oficio de colaborador. Mas... como nem tudo é perfeito, e nem tudo passa aos olhos do prefeito! Nun é que pegaram o Néon no pulo do gato!
Isso mesmo, acredite-me. Não dizem que toda mentira deixa a pontinha do rabo fora do tapete? "Como se mentira fosse gatinho ou cachorrinho pra deixar o rabo à mostra?" Mas, quem sabe não seria um “macaco”?!
O moço se atrapalhou em suas andanças à procura de atletas para formar a equipe da “propina”; nome provisório do time da prefeitura, pois sabem como é: Em time que esta ganhando, não se mexe, não é? Mas, se acaso começa a perder, começam as substituições...
Nesse dia o Senhor Néon, precisou ir buscar a “verba” para os uniformes do time da propina. Ao voltar, um dos secretários teve uma emergência. Era o secretário  Justino. Ele precisou pegar às presas o carro da prefeitura. Isso mesmo, é exatamente o que você pensou, querido leitor.  Ele pegou o carro que estava com Senhor Néon, que na correria da emergência, não teve outro recurso se não dá as chaves pro "amigo" justino.
Quando o senhor Justino foi abrir o bagageiro do carro, a fim de colocar lá o cacho de bananas destinado aos micos do zoo, que comprara no sítio do Leandro; levou um baita susto:
Jesus! Que dinheirama é essa aqui!?
O bagageiro estava abarrotado de dinheiro.  E ele pensou: “Preciso acabar com esse time da  propina, antes que ele, o marvado do time,  acabe com a reputação da categoria!”
Então resolveu fotografar o dinheiro, e assim, tentar desmantelar o time da “propina”.
E o Senhor Néon foi pego com a boca na botija; ou, melhor:  "com a grana no bagageiro”? 
"E o pior é que nesse caso, ele, o tarzinho do secretário  ficou como o “néon”; o gás,  incandescente!!!


Um pouco de humor faz bem, rsrs Baseado nessa noticia
AQUI Ó...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics