terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O Lírio e o Lodo

Lya guardava um segredo,
Mas de o revelar tinha medo.
Como explicar que era branco o lírio,
Se a lama o manchara, em um delírio?
Como provar que seu corpo era virginal,
Se o seu destino era fatal?
Como revelar o segredo imundo,
Sem que desabasse o seu mundo?
Mas Lya era transparente,
E não conseguia esconder a alma doente!
E o segredo ela revela,
Fazendo um único pedido,
Que seu amor nunca fique “perdido”
E promete carregar qualquer dor,
Mesmo se secar seu jardim em flor!
Promete jamais fazer infeliz,
Aquele que ela sempre quis...







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics