sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Casa de Areia - Poesias


Numa casa pequenina,
Morava meu amor de menina.
E juro que tudo que eu queria.
Também morava ali.
As flores do pequeno jardim,
Até sorriam para mim.
Quatro paredes pra abrigar o amor,
E tinha uma varanda enfeitada de flor!
No quintal, o ano inteiro,
Florescia minha roseira.
E a casa se enfeitava,
Esperando sua chegada.
Mas esqueci que sonhava acordada,
            E minha casinha desabou.
            E o que eu idealizei,
            Aos poucos, você desmanchou.
            Hoje moro em outra casa,
            Talvez ainda mais bela,
            Mas falta algo dentro dela.
             Em uma casinha pequenina,
ou em mansão com piscina.
            Não importa muito não,
Pois morar só é bom,
Onde  está o coração.
            Não importa onde eu more,
            Se o que eu quero me escapole.
            Não importa o que eu consegui,
            Se o que eu quero eu perdi.


2 comentários:

  1. Querida amiga, linda poesia, tenha um excelente final de semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  2. fiquei imaginando os meus sonhos de menina e essa casinha pequenina... ainda hoje continuo a sonhar...

    Linda poesia!

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics