sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O Tempo Urge - Poesias

O tempo...
O tempo é muito lento para quem espera,
Muito curto para quem está feliz.
Muito longo para quem quer chegar...
Ah o tempo!
Esse menino, homem ,velho,
Que navega nas mãos do destino!
Trazendo tempestades no desespero...
Trazendo dores no desterro.
Ah o tempo!
Esse ingrato que corre feito rastro
de fogo no canavial...
Dos que querem por mais um tempo ficar.
Dos que desejam eternizar.
Mas que vai lento como o rio de  se navegar...
Muito devagar pra quem precisa
dele para se alcançar...
Ah o tempo!
Esse elo entre o feio e o belo,
Que vive a nos torturar.
Esse rompante de sentimentos,
que vem sem se poder parar...
E que se para sem poder reter
ou algo fazer...
Ah o tempo!
Esse senhor do destino.
Que enche de flores um menino,
e, que também perfuma as dores de um desatino...
Que traz a ausência de quem já partiu,
E leva com ele a beleza do que se ruiu!
Ah o tempo!
O tempo urge,
e até mesmo ruge como dizia o saudoso personagem
Giovanni Improtta (José Wilker) :
"O tempo ruge e a Sapucaí é grande!"





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics