segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Falando de Saudades.

Boa Tarde amigas (os)!

Hoje gostaria de falar da “saudade”.
Amanhã é o dia da saudade. E, pensei em falar um pouco das minhas saudades para vocês. Assim, quem sabe vocês também se recordem ai, de algumas das suas saudades. Já falei aqui que tenho muitas saudades da minha “monark”, não foi?
São muitos os tipos de saudades que nos invadem, saudades dos que se foram, dos amigos distantes, doa momentos que marcaram, da infãncia ou da juventude, saudade dos amores impossiveis, etc.
Muito já se falou da saudade, poetas já trovaram e versaram várias vezes sobre ela. E é certo que para todos nós a saudade é meio amarga, não é verdade? Pois sentir saudade é não poder mais viver ou, ter aquilo que nos faz sentir saudades, não é mesmo? A não ser, quando a saudade é apenas um tiquinho de carencia de ver quem amamos. Mas essa é passageira e basta rever a pessoa, ou o lugar pra ela passar. Porém a saudade de que quero falar é aquela "marvada" que quase mata a gente, que dói tanto que deixa um buraco aqui no peito. Aquela que faz a gente emagrecer 10, 15 quilos até... Pra mim é essa saudade que é  realmente definitiva e impossivel de se esquecer. Se não, não seria mesmo saudade e sim vontade de rever alguém ou algo.  Mas essa é minha opinião, ok?
Lembramos o dia da saudade amanhã por ser dia de finados. Dia em que relembramos mais efetivamente as pessoas que já partiram dessa vida. E com isso em mente, fiquei meio sem saber exatamente sobre qual tipo de saudade eu falaria. Porém depois de uma reflexão, cheguei à conclusão “magnífica” (sou meio loira tá gente... rs) de que: saudade é mesmo uma espécie de morte. Pois como havia dito acima a saudade só é concreta por haver ficado lá no nosso passado. Conclusão: temos saudades daquilo que não temos mais ou, ao menos não podemos ter mais. E é também uma parte nossa que morreu e ficou apenas nas nossas lembranças. Porém, nós “cristãos”, acreditamos em vida eterna, não é mesmo? Então, se é assim, por que não pensar, que a saudade que sentimos um dia poderá ressuscitar também? Hum, acho que os deixei confusos, não foi?
Reflitam comigo: se eu como cristã que sou  acredito na ressurreição, também posso acreditar que um dia ainda poderei andar de monark. Ah agora vocês devem ter dado uma bela gargalhada, não é? Eu também estou a rir de mim mesma. Meio louco isso que estou dizendo, né?
Calma gente! Vou me explicar melhor. Não pensem que já endoideci de vez (risos). Se bem que tenho muito de louco em mim. Mas o que quero dizer é que; se acredito em ressurreição é porque acredito que para Deus nada seja impossível, correto? E se nada é impossível é por que ainda irei pedalar por ai um belo dia,  nem que seja lá nas nuvens. E sendo assim, quem sabe, a tal saudade não possa também ser como  é uma fênix. E assim as pessoas, os momentos, que tanto nos machucaram de saudades, possam também resurgir das cinzas. Embora saibamos que a "Fenix" seja apenas uma utopia, também é certo para nós cristãos que a ressurreição não o é, não é verdade?
Agora sim, vocês acabaram de ter certeza que eu estou mesmo “louka”, de carteirinha... mas não seria mesmo o maximo! Ah, não sejam tão pessimistas. Eu acredito em milagres sim. E, acredito que certamente um dia, as saudades, todas elas serão dissipadas. E, em fim, estaremos todos juntos e felizes. Não é por isso que celebramos o dia dos que já se foram? Não é por que acreditamos na ressurreição, em uma nova vida?! Acreditamos que estaremos juntos outra vez e que não sofreremos mais nenhum tipo de dor, e nem a saudade nos machucará mais. Se nós temos saudades é por que foi bom, não é? E se existe ressurreição também com certeza haverá o fim de toda e qualquer saudade.
E é por esse motivo que ainda vivemos cheios de esperança;  por acreditar que as saudades terão um fim. E... que qualquer dia desses nós reencontraremos aquele tempo em que fomos verdadeiramente felizes, e ou, aquela pessoa, na qual depositamos toda nossa esperança de felicidade, vocês não acham? Concordam comigo? Espero que sim.
Por isso, digo hoje como o padre Marcelo Rossi: “SAUDADES SIM, TRISTEZA NÃO.” Afinal, vamos nos encontrar logo, logo... e, acredito que vou sim, não só andar de novo na minha “monark”, mas... correr... voar...
Relembrem sim das pessoas amadas, dos momentos felizes, porém não lastimem, não chorem. Mas sim, acreditem que existam milagres... e que Deus o “milagreiro”, sabe exatamente qual tipo de milagre você precisa. E principalmente qual o momento certo para que esses milagres aconteçam  em sua vida também, ok? Por isso muita força e fé para todos vocês.
Sintos saudades de pesoas que se foram: meus avós, minhas tias e tios, do Tony (meu cunhado), do meu querido amigo "chico Mariano", Juninho de Jeronimo,dos meus catequisandos: Mayra Rafaela, Vinicin, Relison, Rodolfo (também meu primo). Paulinho (primo), da minha madrinha lelé, de dona Zulmira, etc


Sinto saudades da minha escola primaria e ginasial da época era assim que se falava, em Burarama. Escola Waldemar Mendes de Andrade, Wilsom Rezeende,  e do Liceu Muniz Freire também.
Saudades dos amigos que não vi mais: Angela, Rosele, Elza, Elenice, Denise, Waleska, Geovani, Luizinho Sabadine, Renato, Luzia, Fátima, Sonia, Olecir, Anisio, Tavinho (Jeronimo)(Elcione Sartorio, Pedro Paulo, Rogerio. Lucianos, preta, Catarina Pesca, Karla, Leonel, e outros que não lembro o nome do 1F Not de 1982 ou 83 do  Liceu) 
Saudades de amigos muito especiais... rsrs Sidmar, Luciano, Juarez, José Maria, Marcelo (peruano) Carlos Roberto, Valério, Vanderlei, Ricardo, Julio (Jeronimo), Mário, etc... rs mas o que deixou maior saudade não vou contar... é segredo de estado rsrsrs
Se quiserem podem falar de suas saudades também, aqui tem espaço para voce dar sua opinião, ok.




3 comentários:

  1. ola Celia

    eu tb digo como o padre Marcelo Rossi: “SAUDADES SIM, TRISTEZA NÃO.”

    Um Abraço GRANDE para ti!

    AH : adoro O REI Roberto CARLOS

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Tens um selinho no Farol para pegares e colocares aqui.

    Beijinhos dos amigos

    Argos, Tétis e Poseidón

    Um Farol chamado Amizade

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, pegarei sim com maior prazer, grande abraço

    ResponderExcluir

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics