segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Solidão - Poesias

A solidão é o espinho da alma,
Que perfura e faz doer.
E nada neste mundo,
A traz de novo à calma,
É o sangrar da veia do poder!?
Pois sem você, fico a esvair
Na dor da saudade, que me invade.
E não deixo você ir...
Ir embora de mim e sair.
E penso que o amor é como a eternidade,
Eternidade de você aqui...
E não quero mais fugir.
Nem de mim te perder,
Prefiro sofrer,


... Pra não ter que te esquecer.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics