segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Pedido de amigo!


FAÇO MEU O PEDIDO DO PARRARO...

        A vida se torna muitas vezes cômica e avessa. Um dia desses nós estávamos, eu e meu filho Lucas, em um restaurante da cidade. Sentadas esperando nosso pedido. Ali meio que absorta, sempre acaba-se ouvindo algumas histórias, por mais que se tente esquivar. Em uma mesa mais próxima a nossa, estavam sentados uma mulher e um homem, pude perceber isso, pela voz, claro. Pois estava de costas para eles. Conversavam animadamente, sobre vários assuntos, os quais nem mesmo eu fiquei interessada. Porém de repente o papo deles chamou minha atenção. O homem dizia:

- Eu gasto muito dinheiro comprando fraldas para o meu cachorro. São muito caras.

No que a mulher sorrindo, com cara de sabe tudo, responde:

- Ah! Você precisa ficar esperto. Eu sei um bom truque para você. Pegue uma fralda, dessas comuns de “BEBE”, sabe? – o homem assentiu com a cabeça.- Você faz um buraco, com os “dentes” mesmo. Depois é só colocar o rabinho do cachorro e prender como se fosse em um bebê.

Continuaram a tagarelar. E eu, me perdi em meus pensamentos. Não que eu não achasse que ela poderia usar fraldas no seu cãozinho. Mas na hora me lembrei do “PARARRO”. Parraro é um radialista e apresentador de que gosto muito, e sempre que posso ouço e vejo seu programa. E ele fez um pedido que achei interessante e altruísta. Esse é o mês de seu aniversario, e ele fez um pedido aos seus ouvintes da rádio. Pediu que todos que pudesse lhe enviassem um presente: UM PACOTE DE FRALDAS DESCARTÁVEIS.

Aquela conversa fez revirar meu estomago, que estava literalmente roncando. Tudo bem que ela tivesse dinheiro suficiente para por fraldas em seus cães. Nada contra essas fofuras tão amigas. Porém fala sério, né? Nada mais revoltante de se comparar um fato desses quando já se tinha ouvido outra pessoa que usaria as mesmas fraldas para serem doadas a pessoas carentes.

Pergunto a vocês. Será que essa pessoa ai de cima, ajuda alguma pessoa carente? Pareço estar revoltada, né? Na verdade fiquei indignada com os fatos. Mas também nem de longe tenho o direito de julgar alguém que, nem mesmo conheço. Porém não fiquei frustrada com a senhora a qual nem mesmo conheço. E sim com os fatos, com a realidade dura da vida.

Espero sinceramente que ela e outras muitas pessoas além de seus cachorros, cuidem também de seus semelhantes...

Bom não me entendam mal, por favor. O que me revoltou foi a falta de coesão dos fatos. Mas aqui faço um pedido aos meus amigos e visitantes do blog, quem puder doe as fraldas ao Parraro, por favor. Não só esse mês, que é seu aniversario, mas quem sabe, todos os meses.


       


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics