terça-feira, 22 de junho de 2010

Festas Juninas... "São João" Manu






DICA: Leiam ouvindo a musiquinha ficara mais interessante!


... Pula a fogueira, yayá
Pula a fogueira, yoyô
Cuidado para não se queimar
Olha que a fogueira
Já queimou o meu amor...
A nostalgia sempre vem à mente, quando lembramos algo bom, não é mesmo? E algo muito bom e com sabor de pé de moleque, quentão e arrasta pé, só mesmo as festas juninas, concordam?
Do que eu me lembro as melhores festas que já houve em Burarama foram às juninas. Pois tendo como padroeiro São João, não poderia ser mesmo diferente. A fogueira queimava ao embalo das quadrilhas, que eram marcadas pelos saudosos professores Gessé e Zé Lia (José Elias Gava). Ambos tinham maior vozeirão e as quadrilhas faziam o maior sucesso. Nas épocas de colégio dançavam jovens e adolescentes de toda redondeza, São Brás, Jacu, Pedra Lisa, Jabuticabeira, Campos Elíseos, Petrópolis, Furquilha, Oriente...
Os pares entravam de braços dados no arraial, e se separavam para o cumprimento... os cavaleiros acenavam com o chapéu e as damas segurando a saia abaixavam ligeiramente o corpo em cumprimento a eles...
Balancê... e todos dançávamos no ritmo da quadrilhas, algumas vezes nos ensaios, o marcador gritava: ”Fulano você engoliu um cabo de vassoura?!” Isso por que o "fulano" era duro que nem cabo de vassoura.
Olha o Tour!... os pares giravam dançando sem sair do lugar...
Passeio!... de braços dados os casais saem rodando até formar um círculo... Coroa de flores!... Caminho da roça... todos em uma grande roda... Olha a cobra! Todos gritavam, uiiiiiiii... è mentira! Todos gritão novamente Aaahhh!... Olha a chuva!... Já passou!...
Travesê de damas!.... Anarriê!... Voa andorinha!... voa gavião!... aos seus lugares!...
Olha o túnel!... Anavan!... Caranchê!...  Preparar para o Caracol!...
E assim, de comando em comando era dançada a quadrilha. Mas além da saudosa quadrilha, tinha também outras; dança da fita, houve época em que fizeram a dança portuguesa; o “mineiro-pau” Era assim chamado, pelo que me lembro. Essa dança com certeza é o "Maneiro Pau" dança folclórica muito importante de nosso pais, deve ser uma vertente dela. Também tinha engraçados casamentos na roça, esses organizado por Zé Lia e Arnaldo Gava, pelo que me lembro. Uma vez eu fui à carregadora de malas dos noivos. O pior era que a mala devia conter algumas baratas. e a certa altura da encenação deveria ser aberta, soltando assim as baratas... Mas como mulher, eu não gostava muito da idéia de caçar barata, e menos ainda de vê-las saindo da mala e subindo em mim...
Ah! Não posso me esquecer das “gincanas” que eram muito disputadas, com tarefas difíceis de serem executadas, elaboradas por Arnaldo e Zé Lia, se não me falha a memória. Eram então formadas duas grandes equipes que se esmeravam para ganhar. Lembro-me que os componentes das  equipes quase chegavam a brigar uns com os outros. Era muito divertido. Além de claro os alimentos serem distribuídos aos carentes, o que era muito legal. Lembro-me que em uma das gincanas, até pagaram pela certidão de nascimento de uma criança, cuja mãe  tinha dado à luz recentemente, combinando com ela de colocarem o nome na filha com a letra “U”, pois era uma das tarefas da equipe. E assim registraram a menina: “Ursulina”... tadinha!... poderia ao menos ser “Ursula”, né? Se fosse eu, protestaria...
Burarama ficava apinhada de gente, barraquinhas por todo o lado, comidas típicas, shows com músicas da terra, forrós, fogueira, fogos e muita, muita alegria. Campeonatos de futebol, handebol, futebol de salão... era uma maravilha ver “algumas coxas” famosas da época! Não citarei nomes, pois não seria correto, e alguém poderia se achar injustiçado, afinal gosto não se discute, e cada um tem o seu. Mais que tinha tinha... Me lembro de umas pernas que tiravam o fôlego! Ai, ai... rsrsrs


Ah tempo maravilhoso! É sempre assim, né? Nosso melhor tempo é sempre o que vivemos na infância e adolescência. Por isso meus leitores que ainda estão nessa fase, curtam muito. Com sabedoria e limite ok?


Volto mais tarde, beijos caramelados, principalmente aos Buraramenses, que sei, já estão passeando aqui no meu humilde blog. Sejam muito bem vindos! Agradeço de montão. E um maravilhoso São João para vocês! Não será com certeza como os que vivi rsrs... mas, bom... vocês podem fazer ser... se desejaram. Beijos CaRaMeLaDoS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics