sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Leandro Eternamente.- Poesias

Vou Estar Sempre Aqui

Partículas da minha vida se vão.
Mas nem o tempo poderá apagar.
Tudo que eu construí,
Tudo que eu fiz.
O meu mundo pode acabar,
Mas eu vou sempre estar,
Junto com vocês.
Não, não vou chorar,
Pois quero acreditar,
Que em algum lugar,
Iremos nos encontrar.
A vida passa,
E um dia a gente se vai.
Não importa quando,
Pois aqui só ficam os retratos,
E o que se fez.
Não vou morrer,
Vou reviver,
Cada vez que alguém me ouvir.
Eu vou estar sempre aqui,
Sempre a te lembrar que eu existi.
Que eu vivi,
Eu fui alguém.
E vou seguir meu caminhar,
E nas estrelas pra você eu vou cantar.
E vou sonhar,
Com um mundo mais irmão.
Vou renascer no paraíso,
E continuar o meu viver,
Até o dia em que puder vir me ver.
Vamos ser felizes você vai ver.
E quando a saudade bater,
E por acaso, pensar em mim,
Ligue o taipe, cante comigo,
Eu vou viver, sempre contigo.
E lá onde eu estiver,
Eu estarei sempre contigo.
Meu amigo, meu irmão,
Me leve apenas em seu coração.
Não vou morrer, vou reviver.
Cada vez que alguém me ouvir,
Eu vou estar sempre aqui.
Sempre aqui a lembrar que eu existi,
Que eu vivi,
Eu fui alguém.




A saudade apesar de doer muito nos lembra algo que foi bom, algo que não queremos esquecer e que guardaremos para sempre ...
E o Leandro foi "alguém" que se eternizou, não só na memória de seus inúmeros fãs, mas também  dentro do coração de toda nação. Por isso o Léo deixou muitas saudades e alegrias, é assim com esse sorriso de menino tímido contagiante que devemos lembrar dele ... E, de vez em quando, ligue  o taipe...






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será um grande prazer saber sua opinião, ler seus comentários. Sinta-se em casa, arraste a cadeira e tome um café com poesia, que tal?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics